domingo, junho 12, 2005

Combustível líquido semelhante ao diesel é produzido a partir de plantas

Combustível líquido semelhante ao diesel produzido a partir de plantas

Estudantes da Universidade Wisconsin-Madison, Estados Unidos, descobriram uma nova forma para fabricar um combustível líquido semelhante ao óleo diesel, a partir de carboidratos comuns, encontrados em plantas.

Em um artigo publicado no exemplar de 3 de Junho da revista Science, os estudantes George Huber, Juben Chheda e Chris Barrett, orientados pelo professor James Dumesic, apresentaram detalhes de um reator catalítico de quatro fases no qual milho e outros carboidratos derivados de biomassa podem ser convertidos em alcanos livres de enxofre, resultando em um aditivo ideal para o óleo diesel utilizado como combustível.

"É um processo muito eficiente," afirmou Huber em um comunicado da Universidade. "O combustível produzido contém 90 por cento da energia contida no carboidrato e no hidrogénio que alimentam o processo. Ao olhar para uma fonte de carboidratos como o milho, o novo processo tem o potencial para criar o dobro da energia que é obtida quando o milho é utilizado para produzir etanol."

Cerca de 67 por cento da energia necessária para se produzir etanol é consumida no processo de fermentação e destilação do milho. Como resultado, a produção do etanol cria 1,1 unidade de energia para cada unidade de energia consumida.

No novo processo, os alcanos tão desejáveis separam-se espontaneamente da água, eliminando a necessidade de aquecimento e destilação. O resultado é a criação de 2,2 unidades de energia para cada unidade de energia consumida.

"O combustível que estamos produzindo armazena uma quantidade considerável de hidrogênio," afirmou Dumesic. "Cada molécula de hidrogênio é utilizada para converter cada átomo de carbono no carboidrato reagente para um alcano. É um rendimento muito grande. Nós não perdemos um grande volume de carbono."

Cerca de 75 por cento do peso seco das herbáceas e da biomassa oriunda da madeira é composta de carboidratos. Como o processo funciona com uma ampla faixa de carboidratos, uma grande variedade de plantas, e várias partes dessas plantas, podem ser empregadas para a produção do combustível.

3 Comments:

At 6:19 da tarde, Anonymous Pedro Miguel Rocha said...

Será possivel obter alguma cópia desse artigo, um link, enviar umas fotocopias, por e-mail em formato .pdf. Fiquei bastante interessado no artigo e ler o artigo da Science.
Podes-me contactar através do meu Blog.

 
At 7:55 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Responda-me algo bem simples:qual a vantagem em utilizar o biogas como combustivel em vez do petróleo? preciso dessa resposta para um trabalho sobre esse assunto.

 
At 1:56 da tarde, Anonymous victor said...

Encontro-me na área florestal e as energias alternativas é o futuro. Peço ao bloguista ou blogger a colocação dos links adicionais a esta notícia?
Tal como o Pedro Miguel Rocha solicitou.

 

Enviar um comentário

<< Home

Comunidade Portuguesa de Ambientalistas
Ring Owner: Poli Etileno  Site: Os Ambientalistas
Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet Free Site Ring from Bravenet